PÓS GRADUAÇÃO - ORIENTAÇÃO A CANDIDATOS




Orientação aos estudantes interessados em orientação e pesquisa 

[I] Ciências da Saúde 
[II] Filosofia

[I] MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE UFU  
http://www.pgcs.famed.ufu.br/ 

Foco Temático no programa: Bioética e Qualidade de Vida.

São acolhidos projetos que contenham análise e avaliação éticas com foco principal nas áreas de: ética teórica, ética aplicada, bioética, ética na saúde pública, ética médica, ética na pesquisa.

São bem vindas pesquisas sobre problemas tais como: pesquisa com embriões humanos, aborto, eutanásia, experimentação animal, estipulações sobre o valor da vida humana, estipulações sobre o valor da saúde pública, teorias e metodologias em bioética.

Para contato formal é necessário saber inglês e apresentar um ensaio de até 5 páginas redigidas sobre o assunto de seu interesse (problema e ideia central, objetivos, desenho da pesquisa ou passos do estudo, argumentos (iniciais) e objeções/alternativas).

Sugere-se, para a produção e forma do ensaio, seguir os passos que estão no livro de WESTON, A arte de argumentar (Lisboa, Gradiva, 2005) e, para o conteúdo do ensaio, fazer revisão de literatura atualizada com base no PUBMED e em Revistas de bioética de alto padrão (veja no link abaixo), além de livros filosóficos relevantes ao tema, se houver.

Há concorrência de propostas que destaquem com clareza: aspectos factuais (por exemplo, informações relevantes), valorativos (por exemplo, princípios e avaliações morais), e práticos/normativos (por exemplo, normas gerais, leis, políticas públicas, protocolos profissionais ou condutas individuais).

Para encontrar os nomes das Revistas de Bioética: https://bioethics.georgetown.edu/2015/03/top-200-most-cited-bioethics-articles-published-since-2009/

http://lattes.cnpq.br/2585330510002189


-----------------------------------------------
[II] MESTRADO EM FILOSOFIA - UFU  (http://www.posfil.ifilo.ufu.br/)

São acolhidas pesquisas nas áreas de: metaética (por exemplo, teorias realistas e expressivistas; epistemologia moral; verdade moral; raciocínio moral; argumentos e lógica em moralidade), ética normativa (por exemplo, teorias utilitaristas, deontológico-kantianas, intuicionistas-pluralistas), e ética aplicada (por exemplo, pesquisa com embriões humanos, aborto, eutanásia, suicídio assistido, valor da vida humana, valor da saúde pública, metodologias em bioética).

Para contato formal é necessário saber inglês e apresentar um ensaio de até 6 páginas redigidas sobre o assunto de seu interesse (problema e ideia central, objetivos, desenho da pesquisa ou passos do estudo, argumentos (iniciais) e objeções/alternativas). Sugere-se, para a produção e forma do ensaio, seguir os passos que estão no livro de WESTON, A. A arte de argumentar, Lisboa, Gradiva, 2005, e, para o conteúdo do ensaio em ética aplicada, fazer revisão de literatura atualizada com base em PUBmed e em Revistas de bioética de alto padrão (veja no link abaixo), além de livros filosóficos relevantes ao tema, se houver.

Há concorrência de projetos que abordem problemas, temáticas ou autores de maneira conceitual e argumentativa (analítica), tratando de um tópico filosófico específico (não serão aceitos projeto estritamente de interpretação de autores ou sistemas, desligados de problema específico ou desenvolvimento teórico sobre o ponto). Propostas em ética aplicada e bioética devem destacar com clareza: aspectos factuais (por exemplo, informações relevantes), valorativos (por exemplo, princípios e avaliações morais), e prático-normativos (por exemplo, normas gerais, leis, políticas públicas, protocolos profissionais ou ações justificáveis).


Revistas de bioética: https://bioethics.georgetown.edu/2015/03/top-200-most-cited-bioethics-articles-published-since-2009/
http://lattes.cnpq.br/2585330510002189

[