segunda-feira, 26 de novembro de 2012

AULA 1 - ÉTICA 2 - 2012-2013



I.                    Introdução: alguns problemas teóricos e práticos

- Ramos da ética: ética teórica empírica, ética teórica filosófica, ética normativa, e ética prática. (cf. blog: aula sobre ramos da ética)

- Alguns problemas de ética teórica: relativismo, racionalismo, conhecimento moral, particularismo, absolutismo, intuições.

- Alguns problemas de ética prática: cf. índices: Companions; Singer; McMcMahan, Beauchamp & Childress.

- Tópicos do Curso:

[Vida, morte e identidade]: quem somos nós, seres humanos? Quais os benefícios e malefícios de viver e morrer? O que é a vida e quando morremos?

[Ética, racionalidade e intuições]: o que significa que algo seja errado? Por que é errado tirar a vida? Qual é o valor da vida?

[O uso de outros animais pelos seres humanos]: a exploração de outros animais. Animais são pessoas? Animais têm direitos? O que é o abolicionismo?

[A pesquisa e o uso de embriões humanos]: nós já fomos um dia um embrião humano de cinco dias? Se o embrião humano é humano, ele não têm direitos? Podemos nos beneficiar da morte de embriões?

[Fetos humanos e o problema do aborto]: nós já fomos um feto em desenvolvimento? E um feto desenvolvido? O aborto precoce é diferente do aborto tardio? A mulher não tem direitos sobre seu corpo? É lícito abortar? Quando?

[Recém-nascidos e o problema do infanticídio]: como os gregos e romanos faziam, antes dos cristãos aparecerem? Por que os cristãos mudaram isso? O que fazer com bebês severamente deformados e/ou deficientes? E com bebês anencéfalos? Os índios brasileiros ainda autócnes podem licitamente manter as tradições de infanticídio? O que pensar do aborto "pós nascimento"?

[Autonomia, medicina, e a eutanásia]: por que temos liberdade de escolher? O suicídio pode ser racional e voluntário? Se ele pode, ele deve ou não ser aceito? E a eutanásia? Diretrizes antecipadas devem ser respeitadas? Pacientes podem recusar tratamento e decidir como morrer? Eutanásia não voluntária deve ser proibida?

[Quando e quanto salvar da morte]: a pobreza absoluta e a riqueza absoluta hoje. Os ricos tem obrigação de ajudar os pobres? Por quê? Devemos ser caridosos? Devemos fazer mais e outras coisas, além de ajudar? Devemos apoiar a manutenção e extensão do Bolsa Família? E do Imposto de renda negativo? O que a proposta de renda básica de Van Parjs e Eduardo Suplicy?

[Por que a justiça é importante: igualdade e saúde pública]: A pobreza relativa. A injustiça social. Estado de Bem Estar Social e socialismo. As ações afirmativas. A questão do negro e dos índios no Brasil. A diminuição da desigualdade no mundo e no Brasil. Sistemas de saúde e direitos fundamentais.

[Violência, violência política, e punição]: Por que exatamente a violência é um mal? Como combater a violência? A homofobia no mundo e no Brasil. A pena de morte é boa ou ruim? E o que dizer da violência como instrumento político? O terrorismo é aceitável? Ocupação de terras e de terrenos é aceitável?

[Futuro e futuras gerações]: a moralidade climática. O aquecimento global é fato ou mito? O que se deve fazer? O que se deve fazer individualmente? Se as futuras gerações não existem, elas possuem algum direito?

[A ética na pesquisa científica com seres humanos e outros animais]: Podemos usar seres humanos como cobaias? Se não, porque podemos usar animais? Quais os direitos de alguém submetido a uma pesquisa?

[Apêndice 1: Bioética e Religião]: (Bioética secular e crítica e fé cristã). É possível ser religioso e utilitarista (deontoutilitarista)? É possível ser religioso e seguir uma bioética secular? É possível defender o aborto, a eutanásia, e o suicídio assistido, e manter-se por exemplo, cristão ou budista?

[Apêndice 2: Novos problemas (Clonagem e enhancement)]: é licito clonar seres humanos para fins terapêuticos? E para fins reprodutivos? Podemos eticamente usar a ciência e a biotecnologia para melhorar geneticamente ao menos alguns seres humanos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário